20/09/2017

Convite

https://astrogildoemacao.blogspot.com.br/2017/09/projeto-xadrez-ganha-destaque-no-site.html?m=1

Convite



Convido os internautas a curtirem minha página no Facebook.

Semeador de sabedoria

03/09/2017

O mistério do quarto escuro

No texto abaixo é omitida a identidade do narrador por uma razão. Note a forma como o texto foi construído, fique atento ao jogo de idéias e identifique a figura de linguagem em uso.



Acordo atordoada, tonta, não me lembro de nada, me viro para lá, me viro para cá e não consigo sair daqui. A porta está fechada. Por mais que eu tente, não consigo abrir. Aqui dentro está uma bagunça de roupas esparramadas, um mau cheiro. Está mau ventilado, sinto até falta de ar Aqueles homens me prenderam sem motivo algum.

Tento mais uma vez, não consigo abrir a porta, me trancaram, está escuro, não enxergo nem onde piso, esbarrando em tudo. Aqui, apesar de fazer muito frio, estou até corada de calor e aflição.
Este escuro me dá medo. Apesar de tudo, preferia estar 1á fora. Só consigo ver luz em uma brecha da porta. Pouca coisa posso ver do outro lado, não sei o que estão fazendo com as minhas amigas, ai coitadas. Não sei se estão fazendo ou já fizeram. Ai! não quero nem pensar.

Esses homens que me prenderam aqui dentro não têm coração, não nos respeitam, a nós que somos tão inofensivas e indefesas.

Fico em silêncio e ouço vozes masculinas confusas do lado de fora. Acho que estão discutindo o que farão comigo. Essas cordas estão me machucando. Não gosto nem de pensar o que me vai acontecer. Acho que me prenderam por eu ser, a mais gordinha

Meu medo aumentou, ouço passos em minha direção, não posso me esconder, não consigo nem me movimentar. Estão forçando a porta e têm a chave. Não sei o que fazer. Acho que chegou a minha vez, vieram me buscar, não posso mais escapar.

Abriram a porta. E um moreno magro e comprido, de cabelo grande, feio que Deus me livre. Vem com as mãos em minha direção e me agarra com força em seus braços, me desamarra, joga as cordas e me leva para fora num gesto brutal, me põe no chão para fechar novamente o local. Tento correr mas não consigo ir longe. Ele me agarra outra vez com força. Tento me livrar dele, mas não consigo. Ele sorri, me leva para outro lugar. Vejo uma de minhas amigas, penso cm pedir socorro, mas ela não pode me ajudar, pois ela está sendo vigiada por um careca ainda mais feio que o outro (o que o outro tem de cabelo, neste está em falta). Coitada! Será que o destino dela será o mesmo que o meu?
Até que ele pára comigo, mas não me coloca no chão (acho que, de medo de eu fugir outra vez) então é a hora, ele me bate, bate, bate no chão. Entra comigo no garrafão, pula comigo e faz a primeira cesta do jogo!

Identifique quem é o narrador do texto.

Qual figura de linguagem foi usada?

OS DEZ MANDAMENTOS DAS RELAÇÕES HUMANAS

                         

1. FALE com as pessoas. Nada há de tão agradável e animado quanto uma palavra de saudação, particularmente hoje em dia quando precisamos mais de sorrisos amáveis.
                       
2. SORRIA para as pessoas. Lembre-se que acionamos 72 músculos para franzir a testa e somente 14 para sorrir.
                       
3. CHAME as pessoas pelo nome. A música mais suave para muitos ainda é ouvir seu próprio nome.
                       
4. SEJA amigo e prestativo. Se você quiser ter amigos, seja amigo.
                       
5. SEJA cordial. Fale e aja com toda sinceridade: tudo o que você fizer, faça-o com todo o prazer.
                       
6. INTERESSE-SE sinceramente pelos outros. Lembre-se que você sabe o que sabe, porém você não sabe o que os outros sabem. Seja
sinceramente interessado pelos outros.
                       
7. SEJA generoso em elogiar, cauteloso em criticar. Os líderes elogiam. Sabem encorajar, dar confiança, e elevar os outros.
                       
8. SAIBA considerar os sentimentos dos outros. Existem três lados numa controvérsia: o seu, o do outro, e o do lado de quem está
certo.
                       
9. PREOCUPE-SE com a opinião dos outros. Três comportamentos de um verdadeiro líder: ouça, aprenda e saiba elogiar.
                       
10. PROCURE apresentar um excelente serviço. O que realmente vale em nossa vida é aquilo que fazemos para os outros.
                       
                        (Autoria desconhecida) 

25/08/2017

ESTRATÉGIAS DE LEITURA Ler é participar de discursos com outras pessoas

Leituras obrigatórias para Fuvest 2017


Iracema, a famosa “virgem dos lábios de mel” tornou-se símbolo do estado, e seu filho, Moacir, nascido de seus amores com o colonizador português Martim, representa o primeiro cearense fruto da união das duas raças. A história é uma representação do que aconteceu com a América na época da colonização européia.
Narrado em primeira pessoa, seu autor é Brás Cubas, um “defunto-autor”, isto é, um homem que já morreu e que deseja escrever a sua autobiografia.
Romance naturalista do brasileiro Aluísio Azevedo publicado em 1890, que denuncia a exploração e as péssimas condições de vida dos moradores das estalagens ou dos cortiços cariocas do final do século XIX.
O narrador Zé Fernandes mostra ao leitor a tese segundo a qual a vida no campo é superior à vida urbana. Para comprová-la, relata a trajetória de seu amigo, Jacinto. Herdeiro de grande fortuna obtida através da exploração de propriedades agrícolas de Portugal, Jacinto nasceu em Paris e adorava a cidade.
Lançado originalmente em 1938, é o romance em que Graciliano alcança o máximo da expressão que vinha buscando em sua prosa. O que impulsiona os personagens da obra é a seca, áspera e cruel, e, paradoxalmente, a ligação afetiva que expõe naqueles seres em retirada, à procura de meios de sobrevivência e de um futuro.
Publicado em 1951, Claro enigma representa um momento especial na obra de Drummond. Com uma dicção mais clássica, o poeta revisita formas que haviam sido abandonadas pelo Modernismo, como o soneto, e afirma seu amor pela poesia de Dante e Camões.
Apresentando a paisagem e o homem de sua terra numa linguagem já então exclusiva, por meio nove histórias, Guimarães Rosa fez deste livro a semente de uma obra cujo sentido e alcance ainda estão por ser inteiramente decifrados. A linguagem faz uso de um dialeto sertanejo, e mescla célebres neologismos e inúmeros arcaísmos.
Mayombe foi escrito durante a participação de Pepetela na guerra de libertação de Angola, e retrata o cotidiano dos guerrilheiros do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola) em luta contra as tropas portuguesas. O romance se propõe a abordar não somente as ações, mas os sentimentos e reflexões daquele grupo, as contradições e conflitos que permeavam sua organização e as relações estabelecidas entre pessoas que buscavam construir uma Angola livre da colonização.

O desorganizado

17/08/2017

Versos íntimos - Análise literária Apoio aos estudos dos alunos dos 2ºs anos B/C/D




Versos Íntimos é um poema da autoria de Augusto dos Anjos, que expressa um sentimento de pessimismo e decepção em relação aos relacionamentos interpessoais.
Esta obra poética é classificada como um soneto, possuindo quatro estrofes, dois quartetos (4 verso cada) e dois tercetos (três versos cada). Quanto à escansão do poema, os versos são decassílabos com rimas regulares.
Vários autores elegeram este poema com um dos 100 melhores poemas brasileiros do século XX.
 Análise e interpretação do poema Versos Íntimos
Este poema transmite uma visão pessimista da vida. A linguagem usada pelo autor pode ser considerada uma crítica ao parnasianismo, um movimento literário conhecido pela linguagem erudita e romantismo exacerbado.
Esta obra revela também a dualidade na vida do ser humano, indicando como as coisas podem mudar, ou seja, as coisas boas se transformam em coisas más. Existe também um contraste entre o título e a realidade revelada pelo poeta, pois o título "versos íntimos" pode remeter para o romantismo, algo que não se verifica no conteúdo do poema.
Em seguida revelamos uma possível interpretação de cada estrofe:

É mencionado o enterro da última quimera que neste caso indica o fim da esperança ou do último sonho. É transmitida a ideia que ninguém se importa com os sonhos destruídos dos outros porque as pessoas são ingratas, são como animais selvagens (neste caso uma feroz pantera).

O autor utiliza o imperativo dando o conselho que quanto mais cedo a pessoa se acostuma com a cruel e miserável realidade do mundo, será mais fácil. O Homem voltará à lama, regressará ao pó, está destinado a cair e se sujar na lama. Ele afirma que o Homem vive no meio de feras, de pessoas sem escrúpulos, más, sem compaixão e que por isso, ele também tem que se adaptar e ser também uma fera para viver neste mundo. Esta estrofe está de acordo com a famosa frase "

O homem é o lobo do homem".

O poeta utiliza a linguagem coloquial, convida o "amigo" (para quem escreveu o poema) a se preparar para traições, para a falta de consideração do próximo. Mesmo quando temos demonstrações de amizade e de carinho como um beijo, isso é apenas o prenúncio de algo mau. Aquele que hoje é teu amigo e te ajuda, amanhã te abandonará e causará dor. A boca que beija é aquela que vai cuspir em seguida, causando dor e desilusão.

O autor faz a sugestão de "cortar o mal pela raiz", para evitar o sofrimento no futuro. Para isso, ele deve cuspir na boca de quem o beija e apedrejar a mão que faz carinho. Isso porque de acordo com o poeta, mais cedo ou mais tarde, as pessoas vão nos desiludir e machucar.


Locução verbal - Apoio aos estudos dos alunos 1ºs anos C/D/E

28/05/2017

Ratan Tata



Ratan Naval Tata, é um empresário bilionário e investidor indiano, dono até de marcas como Lande Rover...... filantropo e chairman interino do grupo Tata.

Alguns pontos de uma palestra dele em Londres:

👉1. Não eduque seus filhos para serem ricos. Eduque-os para serem felizes. Assim, quando crescerem, eles saberão o valor das coisas, não o seu preço.

👉2. Coma seus alimentos como se fossem remédios. Do contrário, você terá que comer seus remédios como se fossem alimentos.

👉3. Aquele que te ama nunca irá te abandonar, pois mesmo que existam 100 razões para desistir, ele irá encontrar uma única para permanecer ao seu lado.

👉4. Existe muita diferença entre ser humano (substantivo) e ser humano (verbo). Mas somente poucos entendem isso.

👉5. Você foi amado quando nasceu e você será amado quando morrer. Nesse intervalo, você precisa merecer...

👉6. Se quer andar rápido, ande sozinho. Mas se se quer andar longe, ande com alguém ao seu lado!!

👉7. Os seis melhores médicos do mundo: luz do sol, descanso, exercício, dieta, auto confiança e amigos! Mantenha-os em todo os estágios e aproveite uma vida saudável!

👉8. Se você olhar para a lua, verá a beleza de Deus, se você olhar para o sol, verá o poder de Deus e, se você olhar no espelho, verá a melhor criação de Deus. Então, acredite em si mesmo!

👉9. Na vida, somos todos turistas e Deus é o agente de viagens que já determinou todas as nossas rotas, reservas e destinos. Então, confie nele e aproveite essa "viagem" chamada vida!



Poema de Gregório de Matos

Que falta nesta cidade?... Verdade.
Que mais por sua desonra?... Honra.
Falta mais que se lhe ponha?... Vergonha.

O demo a viver se exponha,
Por mais que a fama a exalta,
Numa cidade onde falta
Verdade, honra, vergonha.

Quem a pôs neste rocrócio?... Negócio.
Quem causa tal perdição?... Ambição.
E no meio desta loucura?... Usura.

Notável desaventura
De um povo néscio e sandeu,
Que não sabe que perdeu
Negócio, ambição, usura.

Quais são seus doces objetos?... Pretos.
Tem outros bens mais maciços?... Mestiços.
Quais destes lhe são mais gratos?... Mulatos.

Dou ao Demo os insensatos,
Dou ao Demo o povo asnal,
Que estima por cabedal,
Pretos, mestiços, mulatos.

Quem faz os círios mesquinhos?... Meirinhos.
Quem faz as farinhas tardas?... Guardas.
Quem as tem nos aposentos?... Sargentos.

Os círios lá vem aos centos, 
E a terra fica esfaimando,
Porque os vão atravessando
Meirinhos, guardas, sargentos.

E que justiça a resguarda?... Bastarda.
É grátis distribuída?... Vendida.
Que tem, que a todos assusta?... Injusta.

Valha-nos Deus, o que custa
O que El-Rei nos dá de graça.
Que anda a Justiça na praça
Bastarda, vendida, injusta.

Que vai pela clerezia?... Simonia.
E pelos membros da Igreja?... Inveja.
Cuidei que mais se lhe punha?... Unha

Sazonada caramunha,
Enfim, que na Santa Sé
O que mais se pratica é
Simonia, inveja e unha.

E nos frades há manqueiras?... Freiras.
Em que ocupam os serões?... Sermões.
Não se ocupam em disputas?... Putas.

Com palavras dissolutas
Me concluo na verdade,
Que as lidas todas de um frade
São freiras, sermões e putas.

O açúcar já acabou?... Baixou.
E o dinheiro se extinguiu?... Subiu.
Logo já convalesceu?... Morreu.

À Bahia aconteceu
O que a um doente acontece:
Cai na cama, e o mal cresce,
Baixou, subiu, morreu.

A Câmara não acode?... Não pode.
Pois não tem todo o poder?... Não quer.
É que o Governo a convence?... Não vence.

Quem haverá que tal pense,
Que uma câmara tão nobre,
Por ver-se mísera e pobre,
Não pode, não quer, não vence.



Quantos anos você tem?


Em certa ocasião alguém perguntou a Galileu Galilei:
- Quantos anos tens?
- Oito ou dez, respondeu Galileo, em evidente contradição com sua barba branca.
E logo explicou:
Tenho, na verdade, os anos que me restam de vida, porque os já vividos não os tenho mais.

Desconhecido



Uma rã que queria voar longe do frio



"Uma rã se perguntava como podia afastar-se do clima frio do inverno. Uns gansos lhe sugeriram que emigrasse com eles, mas o problema era que a rã não sabia voar.

"Deixem-me pensar – disse a rã – tenho um cérebro esplêndido."

Logo pediu a dois gansos, que a ajudaram a apanhar um galho forte, cada um sustentando-o por uma extremidade. A rã pensava em segurar-se pela boca.

A seu devido tempo, os gansos e a rã começaram sua travessia e em pouco tempo passaram por uma pequena aldeia, e os habitantes dali saíram para ver o inusitado espetáculo. Alguém perguntou: "De quem foi tão brilhante ideia?"
Assim, a rã se sentira tão orgulhosa e com tal sentido de importância, que exclamou: "FOI MINHA!"

Seu orgulho foi sua ruína, porque no momento que abriu a boca, se soltou do galho, caiu no vazio e morreu."

Não importa o quão brilhante você se considere, ou o quanto deseje ser reconhecido, há muito mais para ser conquistado, e tudo o que temos e somos vem de Deus… Muitas vezes, na ânsia de sermos notados, temos atitudes vergonhosas e acabamos sendo humilhados. Quando somos humildes, entretanto, Deus nos exalta.

Não façamos como a rã. Sejamos humildes como Jesus…

Autor desconhecido.


02/04/2017

Abel Neto Dos Santos

Indico um trabalho excelente de meu amigo professor Abel


https://plus.google.com/117257858122338118816



Semeador de sabedoria

https://twitter.com/jeronimoaf/status/848503698632388609